Bem Vindo. O Mundo é Seu.



Anatomia e Fisiologia Humana
Funções Vitais

O Coração e a circulação sanguinea

A circulação corresponde ao trajeto que o sangue faz ao percorrer os vasos sangüíneos impulsionados pelo coração.
Este conjunto, coração e vasos sangüíneos constituem o sistema cardiovascular (circulatório), cuja finalidade é o transporte de substâncias pelo corpo, garantindo a chegada de
nutrientes e oxigênio a todas as células e responsabilizando-se pela remoção dos detritos nocivos. O veículo responsável por esse transporte é o sangue.

A circulação no homem é dita fechada (unicamente dentro de vasos), dupla (grande e pequena circulação) e completa (não há mistura de sangue venoso e arterial)

O Coração


É um órgão musculoso e de forma cônica, localizado entre os dois pulmões, no interior da caixa torácica, voltado para o lado esquerdo. No adulto, tem aproximadamente, 250 gramas e o tamanho proporcional a um punho fechado.

O coração é formado por três camadas:

- Pericárdio (camada externa formada por dois folhetos, o visceral (epicárdio) e o parietal.
- Miocárdio (músculo contrátil do coração, sua espessura pode chegar a 12 mm).
- Endocárdio (camada interna, formada pelo tecido endotelial).




O coração funciona como uma verdadeira bomba muscular oca, que no indivíduo adulto, se contrai e se dilata, ritmicamente, cerca de 80 vezes por minuto.
O coração encontra-se divido em duas câmaras. As superiores são os átrios (aurículas) e os inferiores, os ventrículos.
Os átrios recebem sangue que chega das veias. Portanto, são câmaras receptoras, com as paredes delgadas, pelo seu trabalho limitado pelo envio de sangue as curtas distâncias, ou seja, até os ventrículos,
que são câmaras expulsoras, cujas paredes são grossas e ao se contraírem injetam o sangue nas artérias.
O ventrículo direito envia o sangue aos pulmões, para ser purifica, o sangue que o átrio direito recebeu de todo corpo.
O ventrículo esquerdo envia os sangue a todos os pontos do corpo. É o sangue arterial, proveniente dos pulmões.


Movimentos do coração

Basicamente, há uma fase de contração (sístole) e uma fase de repouso ou dilatação (diástole).
No início da dilatação, as válvulas atrioventriculares (mitral e tricuspide) encontram-se fechadas.
Neste momento, o sangue chega ao coração e penetra nos átrios. Uma vez cheios, os átrios têm sua pressão aumentada, iniciando assim a sua contração, a sístole.
O coração não se contrai todo de uma só vez. Primeiro se contraem os átrios aumentando a pressão, empurrando o sangue contra as válvulas atrioventriculares, que se abrem, deixando o sangue passas para os ventrículos. Quando cheios de sangue, os ventrículos também se contraem, aumentando sua pressão, empurrando o sangue pelas artérias aorta e pulmonar. Após a saída do sangue dos ventrículos, as válvulas semilunares se fecham impossibilitando o refluxo sangüíneo.


Controle da freqüência cardíaca

- Nódulo sino-atrial ou marcapasso (entre átrio direito e VCS, emite sinais elétricos para a que se propaga para a musculatura dos átrios provocando a contração).
- Nódulo átrio-ventricular ( entre o átrio direito e o ventrículo direito, estimula a musculatura do ventrículo a entrar em sístole)
- O feixe de His, que conduz o estímulo elétrico para o sépto interventricular.
- A rede de Purkinje, que distribui o estímulo pelas paredes dos ventrículos.


Os vasos sangüíneos

Artérias: São vasos eferentes que possuem paredes espessas constituída por denso tecido elástico, que conduzem o sangue do coração para as diversas partes do corpo. São pulsantes.
As artérias, a medida que se afastam do coração, formam ramos progressivamente, menores, que a nível de tecidual, recebem o nome de arteríolas. Entre as diversas artérias, temos: coronárias (irrigam o próprio coração), carótidas (seguem para a cabeça), subclávias (seguem para os membros superiores), ilíacas (seguem para os membros inferiores) e esplênica (segue para o baço).

Veias: São unificações das vênulas, que aumentam de calibre a medida em que se aproximam do coração. Possuem paredes delgadas com sangue circulando a baixa pressão e apresentando válvulas que impedem o refluxo de sangue. As veias ,geralmente, acompanham o trajeto das artérias.

Entre as veias, temos: cervical (vem da cabeça), femural ou safena (vem das coxas) e porta (recolhe sangue venoso do baço, intestino e pâncreas e leva-o para o fígado).

Capilares: São vasos originados as arteríolas. Sua unificação forma as vênulas.>


Tipos de circulação

a) Pequena circulação ou pulmonar.
Ventrículo Direito ---> PULMÃO ---> Átrio Esquerdo

b)Grande Circulação ou sistêmica
Ventrículo Esquerdo ---> TODO O CORPO ---> Átrio Direito



Sistema linfático

O sangue não é o único líquido circulante nos vertebrados. Além do sangue, há a linfa (filtrada do excesso de líquido intercelular extravasado dos capilares sanguíneos), que é um filtrado do plasma recolhido por vários vasos especiais, os vasos linfáticos e devolvidos ao sangue a após a eliminação de elementos inúteis.
Os capilares linfáticos são vasos de fundo cego, isto é, sua extremidade é fechada, não se comunica com outros vasos.
Ao longo do sistema linfático, há os gânglios linfáticos que atuam como um filtro, removendo da linfa bactérias, vírus e outras estruturas nocivas. Porém, a grande capacidade do sistema linfático está na capacidade de remover dos meios intracelulares proteínas, fragmentos celulares e outras partículas. Além desta atividade , funciona como mecanismo de defesa do organismo, na produção de anticorpos.




Página inicial
Volte ao menu